Séries policiais que só eu assistia



Pode parecer estranho, mas tinha uma época da minha vida que eu assistia umas séries na TV a cabo que eu acho que mais ninguém assistia, só eu. Tanto que eu já procurei por elas para comprar, baixar, e nada! Algumas eu até consegui, mas são mais bizarras ainda e foi só no mercado negro (shhhh)!

Aí fiz este post-resgate! Se alguém tiver alguma pista (que não seja em som original com legendas em mandarim (!) ou sem legendas), esta pessoa que vos fala, agradece.



Rosemary & Thyme


Que belezura de série! Duas senhorinhas aposentadas (Rosemary Boxer e Laura Thyme) que se associaram para abrir uma empresa de jardinagem e, só por acaso, claro, elas resolvem mistérios nas casas onde vão fazer seus trabalhos paisagísticos. É quase uma comédia, mas com assassinatos e outros crimes bem reais.

Protagonizada por Felicity Kendal e Pam Ferris (conhecida por diversos trabalhos na TV e no cinema, como a Tia Guida de Harry Potter e o Prisioneiro de Askaban – aquela que saiu voando feito um balão pelo céu de Londres – e também por ter interpretado Elspeth McGillicuddy, na adaptação de Testemunha Ocular do Crime, baseado no romance homônimo de Agatha Christie), a dupla de jardineiras-detetives apareceu em três temporadas entre 2003 e 2008 e eu até hoje busco suas aventuras para me divertir um pouquinho com elas e... nada! Inclusive, nunca passou o final da série. 

Assista o trailer aqui 




Vincent

Essa é uma série mais simples, um pouco mais “sombria”, mas, não sei porque, gostava tanto dela. Como a anterior, era uma produção britânica, com a história de um ex-policial que abre a sua agência de detetives particulares, com toda uma equipe especializada (o cara do dinheiro, o cara do TI, etc), e com uma relação conturbada com sua ex-mulher. Basicamente era isso, mas também acho que só eu assistia. Acho que tem a ver com o fato de não ser uma superprodução de Hollywood, onde as atrizes acordam impecáveis e maquiadas, mas uma coisa um pouco mais “B”, porém, bem mais realista!

Protagonizada por Ray Winstone, bastante conhecido por seus trabalhos no cinema como no longa Noé, Branca de Neve e o Caçador ou ainda Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal.

A outra protagonista, que por vezes faz par romântico com Vincent, é Suranne Jones, que interpreta Beth. A atriz é bastante conhecida na TV britânica por protagonizar as séries Scott & Bailey e Doctor Foster.




Os Mistérios do Inspetor Lynley



Essa é clássica. Os dois policiais que trabalham juntos, ele em posto superior ao dela. Ele pertence à aristocracia britânica, ela é da classe “operária”. Vivem às turras, ele acha que pode mandar nela fora do trabalho também, mas quando se trata de crimes, eles dão conta do recado. É uma das minhas favoritas, mas também não consegui acompanhar tudo. 

Com o galã Nathaniel Parker com o nome do protagonista – você já deve tê-lo visto em cena em Um Plano Brilhante (adoro esse filme!), Mansão Mal-Assombrada (com o Eddie Murphy), Injustice (série da TV britânica, que já vou falar dela) e algumas outras coisas por aí...

Ela, Sharon Small, faz o papel de Barbara Havers, a policial rebelde e problemática, vê a aristocracia do seu chefe interferir no seu trabalho e por aí vai. Interpretou Mary Pritchard em Gerânio Azul, uma adaptação de livro da Agatha Christie.




Varg Veum

Esta é uma que posso dizer, quase com certeza que, aqui no Brasil só eu assisti! Série policial de produção norueguesa, que retrata a vida – pessoal e profissional – do detetive particular Varg Veum. Ela não é de fato uma série ou minissérie, mas pequenos filmes que foram gravados individualmente. Varg Veum (o detetive) se envolve em todos os tipos de crimes, desde políticos até estrangulamentos; outro fato notório é o grande número de mulheres na sua vida, mas nenhuma que ainda tenha feito seu coração bater mais forte.

O ator Trond Espen Seim você nunca deve tê-lo visto antes, a não ser que seja fã de séries de TV norueguesa. Eu só o conheço daqui...
Eu assisti somente os dois primeiros episódios, mas gostei bastante. Até hoje não sei como essa série chegou na minha mão, com legendas em português! Trailer aqui 



Hidden

Mais uma minissérie britânica (2011) feita de um suspense de te deixar sem fôlego! Feita em quatro episódios, a série é daquelas que vai desencavando uma coisa depois da outra. Vale muito a pena! O destaque é para a participação de David Suchet, que interpretou Hercule Poirot na série Poirot para a TV durante 13 temporadas (em Hidden, versão sem bigodes). Com certeza essa eu comecei a assistir por causa dele, mas a série me surpreendeu como um todo. Vale!

Quando a misteriosa advogada Gina Hawkes pede a Harry para encontrar a testemunha perdida que dará o álibi à sua cliente, ele concorda em pegar o trabalho, sem saber que isso remexerá na investigação da morte do seu irmão 20 anos antes. Harry rapidamente se vê envolvido por algo muito maior e uma conspiração ainda mais complexa, que o leva ao fundo do coração do sistema político britânico.




Case Histories




Protagonizada por ninguém menos que Jason Isaacs (o Lucius Malfoy, em Harry Potter e tantos outros papeis no cinema e na TV), é uma outra minissérie britânica (já deu pra perceber que eu adoro os britânicos, né?) feita em 9 episódios. Ele é mais um que depois de ser policial se torna detetive particular. A peculiaridade dessa série é o relacionamento dele com seu filho pequeno (que mora com a mãe depois do divórcio) e sua obsessão por encontrar o responsável pela morte de sua irmã, quando eles ainda eram crianças. É legal!

Trailer aqui










Above Suspicion

Se você não conhece essa série, deveria. Além da trama ser muito boa, o elenco é de primeira! Com Kelly Reilly como protagonista – interpretou ninguém menos que Mary Watson em Sherlock Holmes (a versão nova com Robert Downey Jr e Jude Law), além de uma série enorme de bons papeis na TV e no cinema – e Ciarán Hinds, conhecido também por vários papeis, entre eles o de Júlio Cesar na série de TV da HBO Roma e Mance Rayder, de Game of Thrones – a série traz os dois como policiais que vão começar a investigar um crime similar ao famoso caso da Dália Negra, que vão chamar de Dália Vermelha. Como sempre, ele é o chefe e ela é a investigadora. Como o nome sugere, tudo sempre vai parecer acima das suspeitas. Eu adorei! Vale muito a pena!

Trailer aqui



Injustice

Mais uma boa série policial. Assisti somente alguns episódios, mas a trama é bem interessante.


James Purefoy (que trabalhou com Ciarán Hinds em Roma) interpreta William Travers, um advogado criminalista que se recupera de uma experiência traumática, a qual colocou em dúvida sua crença no sistema judiciário. Tendo abandonado sua carreira, William vive no campo ao lado de sua esposa Jane. Até que ele é convencido por seu velho amigo, Martin Newall (Nathaniel Parker, lembra que eu falei dele no Inspetor Lynley?), a defendê-lo no tribunal das acusações de conspiração e assassinato de sua secretária. Enquanto William prepara seu caso, ele passa a ser investigado pelo ex-detetive da polícia Mark Wenborn (Charlie Creed Miles), um homem cruel e vingativo, obcecado por encontrar algo que incrimine William.






Whitechapel


A série se passa no século XXI, no notório bairro de Whitechapel onde Jack, o Estripador fazia suas vítimas. Agora, mais de 100 anos após os crimes, parece que alguém está revivendo o monstro. Eu não assisti à última temporada (ainda), mas o que eu vi da primeira e da segunda me deixou bastante interessada.




Tendo como palco a enorme e tenebrosa Whitechapel, um bairro em Londres, uma força policial moderna está lutando contra um velho adversário.

Uma série de crimes sangrentos, trágicos e impossíveis sugerem que alguém está plagiando os crimes de 'Jack o Estripador'. Os assassinatos são investigados pelos nossos três improváveis heróis: Chandler (Rupert Penry-Jones) inexperiente mas astuto Inspetor Detetive no seu primeiro grande caso de assassinato; Miles (Philip Davis), próximo da aposentadoria, um endurecido Sargento Detetive; e Buchan (Steve Pemberton), um brilhante e excêntrico especialista em 'Jack o Estripador'.

Trailer aqui





Bônus

Apesar de tudo, sou uma eterna criança. De bônus, duas séries que eu adorava e que não consigo achar de jeito nenhum!


Os mistérios de Shirley Holmes

Parece improvável, mas a ideia da série é que Shirley Holmes é sobrinha neta de Sherlock Holmes e tenha herdado os dons de seu tio-avô, em pleno século XX. É uma série infanto juvenil, que eu assistia quase sempre, mas depois parou de passar e eu perdi seu rastro...Teve quatro temporadas e 52 episódios. Tinha uma equipe de amigos que a auxiliavam nos casos, além do seu namorado.

Estrelada por Meredith Henderson, que trabalhou em Jumper, Devorador de Almas e outras séries. Também é conhecida por ter interpretado a cantora country Shania Twain no cinema.

Assista aqui


O jovem Drácula

Série infanto-juvenil da HBO, onde o filho do Conde Drácula (a família foi expulsa da Transilvânia e veio parar na moderna Londres com seus dois filhos – Vlad e Ingrid. A menina é a mais velha e adoraria ser a herdeira do pai, tem o gosto pela maneira de ser (vampira) da família, mas por ser mulher, o posto pertence a seu irmão mais novo – Vlad. Ele sim é o jovem Drácula, porém Vlad não quer de forma alguma ser o herdeiro. Ele se veste como os meninos do bairro onde vivem e não quer saber de sangue, o que deixa seu pai furioso (e também sua irmã, que faz tudo para pegar o posto dele). Tem de tudo nessa série, até o famoso caçador de vampiros, van Helsing.


Tem 66 episódios e foi produzida durante 5 temporadas (6 anos), mas eu só assisti às duas primeiras temporadas.

Trailer aqui



Espero que tenham gostado das indicações!

Abraços literários.

Até à próxima!




Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. Você acredita que eu não assisto nenhuma série?
    Mas adorei as indicações
    Beijos
    http://myself-here1.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  2. Whitechapel me atraiu muito... apesar de amar o gênero, ando sem tempo pra séries, e os livros dessa temática são minhas opções mais adequadas xD

    ResponderExcluir
  3. Oi Raquel, sabe que eu adoro séries ainda mais quando é policial, mas eu não conhecia nenhuma dessas séries ainda. Várias já entraram para a minha lista!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Raquel!
    Também adoro série policiais, no entanto, não conheço nenhuma da sua relação.
    Fiquei bem curiosa para assistir Rosemary e Thyme.
    Valeu pelas dicas!

    Boa semana!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiiii, eu assisto algumas séries, as vezes, demoro muito pra olhar algumas hahaha mas eu não conhecia essas e vou anotar aqui, adoro coisas desse tipo.
    Beijos
    Segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa, eu costumo assistir coisas que ninguém vê, mas vc me superou! hahahahah
    O segredo é assistir Itv, quase ninguém conhece as séries desse canal... Amei a postagem, vou até conferir umas que não vi ainda,

    ResponderExcluir
  7. Oi ^^
    cara eu vejo muita coisa, mas nenhum desses seriados eu tinha sequer dado uma olhada. desenterrou hein hauhus.
    vou dar uma conferida em alguns pra ver se eu gosto.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  8. Ai, gente! hahahaha. Desculpe, flor, mas ri sozinha quando vi seu post. Li a chamada sobre séries que "só eu assistia" e pensei: "não, certamente não era só ela". Mas, então, vi suas recomendações e constatei que não conheço nenhuma! D: Nunca ouvi falar. Realmente, dou o braço a torcer e te digo: você encontrou séries em algum baú inacessível para a maioria dos mortais (rs). Gostei das recomendações.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Aqui no Brasil Young Dracula passou no HBO Family,não chamou muita atenção e não vi
    as 2 primeiras temporadas, mas mesmo assim me marcou muito ,me lembrando de outras
    surpresas que tive na infãncia como o telefilme de Doctor Who ou Sailor Moon.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...