Resenha: Perspicácia - O Aprendiz da Vida.

Perspicácia
O Aprendiz e a Vida


Editora: LP-Books
Páginas: 176
Edição: 2012

Sinopse: O trabalho reúne 77 textos variados. Fala de atualidades e de antiguidades, ora foca no espírito, ora nas dores, ora toca nas emoções, ora mexe com os instintos, mas em todos os momentos impõe introspecção e obriga a reflexão. As páginas desta obra tranquilizam e nutrem, aquietam e impulsionam, tocam nas feridas de forma medicamentosa. É um livro leve, revigorante e sobretudo transformador.









Nossa vida é repleta de acontecimentos, alguns acabam por proporcionar maiores traumas que outros, saber como agir nessas diversas situações, acaba se tornando mais fácil conforme os anos passam e os aprendizados com erros e acertos te mostram melhores caminhos, mas buscar se conhecer, se empoderar, refletir sobre a sociedade e sua própria vida, refletir sobre suas escolhas, será sempre a atitude mais sábia a fazer para enfrentar esses repentinos acontecimentos, e é nessa ideia de refletir para evoluir que o livro de Marco Antonio Rodrigues aparece com tudo, mostrando aos leitores que nessa vida somos todos eternos aprendizes.


O livro é uma compilação de pequenos textos, todos se tratam de pensamentos e observações do autor quanto ao cotidiano, os temas abordados na obra vão de vida à morte e nos levam a refletir sobre nossas relações humanas, amor ao próximo, vícios, nosso papel social dentre muitos outros assuntos totalmente pertinentes ao nosso dia a dia.
Devo dizer que como uma pessoa sem religião, me senti muito à vontade durante toda a leitura, é muito comum em livros como "Perspicácia", observarmos tendenciosas reflexões religiosas.

O livro cumpre bem o seu papel de reflexão sem forçar a barra para algum tipo específico de fé ou crença. Embora se perceba que o autor é alguém bem espiritualizado, o que predomina na obra é a afirmativa do quanto você é capaz de mudar a sua história, o quanto é o responsável por seu destino, e a importância em buscar o equilíbrio com forças vindas de você mesmo, contudo, sendo uma obra bem abrangente, ela também te mostra em como a fé pode ser sua aliada em momentos de diversidade, mudanças e grandes decisões, para mim, o autor soube dosar acertadamente a abordagem espiritual e racional do livro, atendendo assim a uma diversidade de leitores.

Durante a leitura, ao final de cada reflexão, o autor inclui uma única palavra que resume tudo o que foi dito anteriormente, é como uma assinatura ao final do texto, mas que funcionam como um imperativo motivacional, palavras como : Reavalie, Doe-se, Aceite-se, Corrija-se e tantas outras, encerram o pensamento do autor com maestria, pois acaba por mostrar ao leitor como ele pode agir para se tornar alguém melhor, caso se identifique com a situação apresentada na reflexão, ou seja, as palavras se tornam breve sentenças, achei muito criativo.

Ao todo são 77 textos curtos que você lê de um fôlego só, é claro, se estiver com tempo, e que certamente te levará a repensar muitas atitudes e questões, o livro é um verdadeiro desafio para cada um de nós, pois nos faz adentrar ao nosso mais íntimo pensamento e nos provoca a a sair de nossa zona de conforto, recomendo a obra como um bom livro de cabeceira, que volta e meia recorreremos para nos motivar em algumas situações.


" Perspicácia" é uma daquelas obras atemporais, pois enquanto houver um ser humano vivo nesta terra, haverá dilemas, conflitos sociais e individuais, a maneira como iremos lidar com eles é que definará, se ao final de nossas vidas, toda essa correria valeu a pena.






Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. A abordagem de nossas idiossincrasias , principalmente, é questão de relevância, pois leva à introspecção que nos faz conhecer o nosso verdadeiro eu. Também navego nesse tipo de linha editorial, talvez não com tanta argúcia. Consegui identificar minha obra através de seu eclético comentário.

    ResponderExcluir
  2. nossa, o livro me parece complicado e reflexivo, como uma leitura obrigatória a todo mundo, me senti atraída lendo sua resenha.

    ResponderExcluir
  3. eu não curto esse tipo de leitura, muito 'auto-ajuda' pro meu gosto... mesmo que ele não tenha inclinações religiosas, ainda assim, eu não leria... mas acredito que para pessoas que gostam do gênero, o livro deve agradar bastante ^^
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Ola, tudo bem?
    Nao conhecia este autor ou este livro, mas achei bem interessante. Diferente dos livros que costumo ler. Acho que por ter uma abordagem que visa a reflexão do seu interior em determinadas situações, para uma reavaliação pessoal, torna um livro bem interessante.
    Gostei muito mesmo da sua resenha, bem explicativa.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia o livro, mas ele não me atraiu. Não é meu tipo de leitura... Ainda assim, um prato cheio para quem curte o gênero =)
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ivy, tudo bem?
    Eu sinceramente não curto muito esse estilo de livros, por isso mesmo com sua ótima resenha, não me interessei por ele!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  7. Hey,

    Achei bem interessante a ideia do livro. Premissas assim são legais, principalmente em momentos reflexivos. Achei legal o livro possuir um grande leque de assuntos. Talvez eu venha a ler algum dia.

    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  8. Oi Ivy, apesar de eu achar muito bacana a ideia do autor quando fez o livro e da reunião de textos, eu não leria ele no momento, não é o tipo de leitura que estou procurando, sabe? Mas quem sabe no futuro dou uma chance a ele!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  9. Ivy, não conhecia nem autor e nem editora.
    Mas achei muito interessante trata de textos do nosso cotidiano.
    Acredito que leria e gostaria sim.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ivy!
    Eu tenho esse livro na estante, mas ele foge um pouco do meu estilo de leitura ainda não o peguei para ler, mas gostei da premissa e às vezes é esse tipo de leitura é bom para nos fazer refletir. Assim que tiver o tempo vou dar uma chance ao livro! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...