Resenha: Não Pare.

Não Pare

               Fml Pepper




Editora: Valentina
Edição: 2014
Páginas: 328
Trilogia Não Pare: Livro 1
Sinopse: Não Pare! - Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina! Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela!

Não pare é uma trilogia YA nacional, e como os livros do gênero está recheado de elementos que rendem um bom clichê: o triângulo amoroso, a ambiente colegial, as inconstâncias dos rupantes adolescentes acompanhados de um turbilhão de dúvidas existenciais, enfim...você deve estar pensando que não tenho nada a dizer além disso. Engana-se. Mesmo com os clichês citados, com uma ou outra ponta de previsibilidade acredite, você se surpreende com a trama, rói as unhas e devora o livro.

Mudar de país em país, sem ter tempo de criar vínculos com o local é uma realidade cansativa na vida de Nina e sua mãe Stela. Porém finalmente, pela primeira vez, Nina acredita que as coisas iram mudar, elas estão em Nova York, Nina tem um emprego, amigos na escola e tudo está se encaminhando, até começar a acontecer os "incidentes". Desmaios, acidentes inexplicáveis, calafrios repentinos e todos as situações estranhas que perseguem a garota por toda uma vida e que ela nunca entendeu. E é nesse ritmo de mistério que a autora dá o tom da trama e conduz o leitor por um caminho de suspense, ação e romance.

"Queria amigos de verdade! Os poucos amigos que fiz se perderam no caminho, ficaram para trás. Amizade exige presença, e eu não ficava muito tempo em lugar algum."

A narrativa é dinâmica, fluida e nos vemos compelidos a descobrir os mistérios entorno de Nina. A principio os capítulos passam devagar, a história vai sendo mastigada lentamente por ter uma protagonista que não nos envolve completamente. Mas a medida que as revelações vão tomando forma, não há mais como parar, o ritmo acelera e o livro viva um verdadeiro "vira páginas". Com ótimos momentos de ação e um suspense bem dosado Pepper soube prender o leitor com ótimos ganchos ao fim de cada capitulo, fazendo da curiosidade o elemento principal do enredo. A narrativa em primeira pessoa foi uma excelente estratégia de escrita para a trama, já que aproxima o leitor ainda mais da ação, despertando expectativa, ansiedade, incertezas e excitação a cada linha.

Minha relação com os personagens são bastante dúbias. Isso porque a protagonista acaba se tornando insegura demais, eu diria por vezes até apática diante de algumas situações que qualquer um teria reações mais enérgicas. O mesmo acontece a outros personagens. Ainda assim, você terminará a leitura suspirando por alguns deles. (Pois é eu disse que minha relação com eles era dúbia..rs). Contudo, não há dúvidas em dizer que existe uma grande chance de lhe render uma ressaca literária, ou sair desesperadamente atrás do segundo livro da série.

Se eu indicaria o livro? Sem dúvida alguma. Se o seu gênero foi YA, então vá sem medo e tenha certeza que irá gostar da trama, afinal não é todo dia que se tem um encontro com a morte. E posso garantir, você irá querer mais.


A Morte surgiu em meu caminho e, junto com todos os horrores, ela me trouxe felicidade, vida.














Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Oi. conheço o livro, mas não curti muito a leitura, mas como você disse, meu gênero não é YA. Acho que para o público alvo é uma excelente pedida.

    ResponderExcluir
  2. gosto de YA e tava curiosa por esse livro mas dai vi umas resenhas que disseram que a história poderia ter sido melhor se fosse mais focada nos seres sobrenaturais, que a autora podia explorar mais isso.

    ResponderExcluir
  3. Andreza, já faz tempo que namoro com essa trilogia, antes de ir para o físico.
    A história parece ser bem dinâmica e interessante.
    Todo mundo diz que a Pepper inovou e eu quero muito saber como ela fez isso.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  4. Estou super curiosa para ler Não Pare! Confesso que por todo o marketing em cima do livro, que se espalhou como um viral quando ainda era independente. Quem sabe eu acabo dando uma chance para a leitura, mas por enquanto minha pilha de não lido está grande demais para adquirir um exemplar agora.

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá
    estou adorando ver as resenhas desse livro, fico sempre com mais curiosidade para el-lo, kkk, espero que não demore tanto, agora mudando de assunto, nuca tinha parado para lero Seu "Café informa" muito legal
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, flor!
    Eu adorei saber a sua opinião sobre o livro. Eu confesso que na primeira vez que o li, também achei a Nina um pouco insegura demais em alguns momentos. Mas depois revi meus conceitos e fiz uma (re)resenha, sabe? Acabei valorizando mais os elementos inovadores da autora ao criar o contexto, os cenários e os seres sobrenaturais.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Já tinha visto esse livro antes mas acho a capa tão horrorosa que nem tinha parado para ver a resenha.
    Mas agora que li a sua fiquei com vontade de ler o livro. Pelo jeito a história não é tão feia quanto a capa.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...