Eliéser Baco - Novo Parceiro do Café com Letras, com o Romance "Cartas no Labirinto"


Saudações, prezadas e prezados! Apresentamos, hoje, uma nova parceria do blog, agora com o escritor Eliéser Baco. Cartas no Labirinto é seu primeiro romance lançado, de gênero epistolar (cartas), com uma linguagem de prosa poética. Há um cuidado especial com o texto em si. Baco brinca com as palavras com uma habilidade pouco valorizada na literatura comercial moderna.



Bom, primeiramente, quem é Eliéser Baco? Curitibano (como este blogueiro que vos escreve), radicado em São Paulo (capital) desde 2002, Baco é especialista em Literatura Contemporânea. Já foi compositor e vocalista em uma banda de rock underground, em Sampa. Cinéfilo assumido, é também professor particular de literatura e produção de texto. Tem um blog de literatura e cultura, chamado Vinho da Vida, desde 2008. Clique aqui para acessá-lo.



Maneco, Joaquim, Bárbara, Judith, Mhorgan, Adagio, Mador, Baco, Vicente Vermelho, Leon... eis alguns personagens que desfilam por Cartas no Labirinto. É sua primeira obra publicada, aos 36 anos. O livro é publicado pela editora Pasavento, de São Paulo, com prefácio de Jucimara Tarricone (Doutora em Letras na área de Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP), e tem 364 páginas, em papel amarelado, muito bom para leitura. O acabamento é muito bom, e a capa foi confeccionada pelo próprio autor. Linda capa, diga-se. O livro, oficialmente, é de 2014, embora a divulgação e vendas estejam começando de forma efetiva no ano corrente. Então, meus amigos e amigos, vamos à resenha!

Cartas no Labirinto começou a ser escrito há bastante tempo. Nasceu da junção de várias histórias e personagens. Tem um nome bastante adequado, pois a própria obra é um labirinto literário, com diversos gêneros representados. O epistolar é a base, pois é através das cartas trocadas entre os personagens que toda a ação se dá. Porém, dentro das cartas, outros gêneros, como a  poesia, o bilhete e o teatro, descortinam-se. A busca por amigos desaparecidos parece mero pretexto para a prosa poética que desfila diante de nossos olhos cada vez menos acostumados à literatura feita com ousadia e criatividade. Não é um texto totalmente linear e retilíneo. Ele exige um pouco mais do leitor médio, que deve sair de sua zona de conforto para compreender plenamente o texto. Texto este que, mais que o sentido literal das palavras, vale pela construção, pela forma, pela carga poética. Poética presente tanto na prosa, quanto nos versos que ora aparecem na obra. Afinal,são textos e cartas de vários personagens.

Existe um fio condutor, que é a busca de amigos desaparecidos. Não se trata de uma coletânea de textos. O leitor irá se deparar com estilos os mais diversos, desde a linguagem mais cotidiana, até a poética escancarada das peças teatrais. O ritmo da leitura, inclusive, fica mais forte na segunda metade, com um texto mais ágil, mantendo o estilo poético.

É perceptível no texto a sua experiência como funcionário de um cartório. Outra característica é que o texto não deixa claro o tempo em que ocorre. Leia e tente perceber se é passado ou futuro. O autor está trabalhando na sequência dessa obra.

Para quem eu recomendo esta obra? Primeiro, para leitores que não se satisfazem com textos lineares e simplórios. Não é água com açúcar, não é livro de banca, e definitivamente não é literatura barata. Recomendo para quem realmente gosta de literatura, e sai das trincheiras do comodismo. Para quem procura material diferenciado. Leitores apenas eventuais podem ter dificuldades. Leitores vorazes degustarão com mais prazer essas Cartas, especialmente se acompanhados, naturalmente, de um bom vinho. Tim-tim. :)

Para adquirir o livro, entre na Livraria da Folha ou direto no site da Editora Pasavento.



           


                                                             
                                           

Comentários
11 Comentários

11 comentários:

  1. Não conhecia o livro ou o autor, e achei interessante como a obra é formada. Só li um livro narrado por cartas até hoje e é bem diferente do modo como este é feito. O tema é bem legal e fiquei interessa em lê-lo.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Gabriela.
      Obrigado pelo comentário. Realmente o livro nesse formato é bem diferente. Penso que as personagens do Cartas no Labirinto tendem a proporcionar uma bela experiência de leitura. Boa noite!

      Excluir
    2. É a primeira obra publicada do Baco, que ainda é desconhecido do grande público. Mas vale acompanhar a trajetória, pois o potencial dele é muito bom.

      Obrigado pelo comentário :)

      Excluir
  2. Eu amo romances através de cartas! Ainda não conhecia o autor, mas depois dessa apresentação quero ler seu livro. Me interessei bastante.
    Eu amo ler e escrever cartas, pena que hoje em dia nem todos são assim
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite!! Percebi que são duas no perfil, é isso? Espero que tenha a curiosidade de ler o livro.
      Eu o escrevi como homenagem aos livros antigos feitos em formato de cartas, pois eles queriam que fosse uma história crível, possível. E a ideia nasceu disso, de uma humilde homenagem! Espero que leiam e que me contem o que acharam! Grande abraço!

      Excluir
    2. Também fui muito leitor e escritor de cartas, e o mundo atual meio que matou isso. Uma pena. A sacada do Eliéser é muito boa. Obrigado pelo comentário! :)

      Excluir
  3. Olha eu sinceramente tenho que confessar que amo livros de romance sabe?
    Mas eu não conhecia essa obra e não sei se é muito meu estilo de leitura.
    Mas gostei bastante de tudo que você abordou sobre o livro. Me parece interessante.
    Mas não seria algo que pegaria para ler agora, pois estou na fase daqueles livros mais leves sabe? Com uma leitura fácil e rápida.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-o-album.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite!! É respeitável cada momento do leitor, da leitora. Ainda mais quando existe um compromisso em continuar lendo outras obras!

      Quando possível passe os olhos nas Cartas no Labirinto! E espero que aprecie! Um grande abraço!

      Excluir
  4. Olá Fabiano,
    Parabéns pela nova parceria! Espero que a leitura lhe agrade muito e vendo como você já teceu vários elogios sobre, com certeza já está agradando!

    Beijos,
    Miss Sorrisos Blog
    Twitter|Wattpad|Instagram


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Manu! Obrigado pelo comentário! Fiquei muito feliz com todos os comentários e a resenha! Foi um trabalho que me dediquei muito ao escrever o Cartas no Labirinto! Tenha uma ótima noite! Abração!

      Excluir
    2. É uma obra que cresce durante a leitura. E não é esquecível. Bem pelo contrário. Não é fácil de ler, não se encaixa como um romance convencional, mas certamente é uma experiência diferente e positiva de leitura. :)

      Beijos e obrigado pelo comentário :)

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...