Resenha: O Menino Da Mala

O Menino da Mala

Lene Kaaberbøl  e Agnete Friis


Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Edição: 2013

Sinopse: Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance'. Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo. Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo. Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado.

Imagine encontrar uma mala e ao abrí-la descobrir um menino, nu e dopado? Só esta pergunta bastou para que eu desejasse ler este thriller policial. "O Menino da Mala" faz parte de uma série que tem como protagonista a personagem Nina Borg, e assim como muitos outros livros do mesmo gênero, as histórias são independentes, isto é, a cada livro Nina Borg vive uma aventura diferente. A trama se passa, em maior parte, na Dinamarca, porém muitas personagens são oriundas dos países bálticos; logo nos vemos envolvidos com a realidade de tais países após a queda do socialismo russo, nos são apresentadas as crises econômicas, as redes de crimes e desmantelamento social que se desdobrou a partir dai. Os grandes magnatas, a máfia e do outro lado pessoas que tentam sobreviver ao esfacelamento das instituições do Estado, algumas honestamente, outras nem tanto. Redes de prostituição, tráfico humano e a imigração ilegal são alguns dos assuntos abordados pelas autoras, que apesar de não tratarem tão profundamente de tais questões, nos fazem atentar para elas. 

A narrativa é feita em terceira pessoa e sob o ponto de vista de vários personagens, o que contribui para um ritmo eletrizante de leitura. Em capítulos curtos e com ótimos ganchos de encerramento, as autoras mantem a curiosidade do leitor em alta. As figuras de linguagem usadas na construção da narrativa contribuem para o leitor entrar no clima e se ambientar as cenas. Pontos para as autoras, afinal o uso desta forma de escrita pode tornar o texto tão pobre quanto pode enriquecê-lo. 

"Karin está morta, pensou ela, apertando ainda mais o volante, já havia tentado se limpar com um lenço de papel que havia encontrado no porta-luvas do carro, mas o sangue nas mãos já havia secalhedo e agora as cobria como fina película de ferrugem." (p.103)

Nina Borg é uma enfermeira da cruz vermelha, que vive um casamento em crise por conta de suas escolhas e dedicação ao voluntariado, Sigita é uma mãe que se vê perdida pelo desaparecimento de seu filho Mikas, levado por uma mulher misteriosa e se namorado, ambos, trabalhando para um milionário dinamarquês. Cada um destes personagens são muito bem elaborados, suas personalidades são bem moldadas e se explicitam a cada atitude tomada. Contudo, Nina Borg não se constrói como uma protagonista cativante. Sigita, rouba completamente a cena e expressa mais coragem e heroísmo que a primeira. Acredito que isso se dê não só pelo perfil de sua personagem, uma mãe desesperada, mas também pela construção das autoras na personalidade de Nina, que ao que aparenta, tenta ser uma personagem fundamentada na normalidade, uma tentativa de mostrar que ela era apenas uma pessoa comum, com uma vida e problemas comuns e que se viu atirada em uma rede de tráfico. 

Uma das ferramentas usadas por Lene Kaaberbøl Agnete Friis é apresentar o passado das personagens ao longo da trama, o que particularmente gosto muito, não torna a leitura cansativa com longas descrições e também revela aos poucos o papel e as razões de cada um dos envolvidos no episódio. Muitos outros personagens surgem durante a leitura, o que contribui para enriquecer o texto, no entanto em momento algum o torna confuso. 

Recomendo o livro para quem gosta de ação e suspense, não será difícil se envolver com ele, se sensibilizar com o destino de Mikas e desejar conhecer o desfecho da história.











Comentários
29 Comentários

29 comentários:

  1. Uauuu parece conter um mistério sensacional heim! A sinopse me chamou bastante a atenção mas sua resenha me deixou louca hahah adorei!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que tenha gostado. Sempre bom quando a resenha atrai mais um leitor para o livro. :)

      Excluir
  2. Oie, Andreza.
    O menino que ela encontra é uma criança, né? Porque para caber vivo numa mala, acredito que deva ser não muito grande. Fiquei curiosa, você não precisa responder. Eu quero ler e descobrir. Amei sua resenha, eis mais um livro da Arqueiro que com certeza não irá me decepcionar. Essa editora é maravilhosa mesmo <3
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Celly, a Arqueiro é uma das minhas editoras preferidas. E acho que você vai gostar do livro. E vou deixar mais esse suspense para você: que idade tem a criança? rsrs

      Excluir
  3. Essa história parece muito interessante. Só imagino a surpresa da Nina ao encontrar uma criancinha denho da mala. Deve ter sido uma loucura. E quando ela descobre que a amiga foi assassinada? Só coisas estranhas acontecendo com ela...
    Gosto muito de suspense e acho que eu adoraria ler esse livro. Ah, e parabéns pela resenha, está muito bem escrita!

    Leitores Forever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cris, elogios são sempre bem vindos, e nos incentivam à melhorar sempre.

      Excluir
  4. Oba!! Estou com esse livro aqui que comprei meio por impulso em uma promoção do submarino! Os desafios ainda não me deixaram tempo para lê-lo, mas fiquei muito contente de vc ter gostado tanto! Já me animei mais a ler!! :D

    Samara - Infinitos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que irá gostar. O meu veio da black Friday, valeu a compra. Depois me conte o que achou. :)

      Excluir
  5. Oi Andreza.
    Adorei a resenha. Parabéns.
    Adoro livros policiais e esse parece ser muito bom mesmo, é o tipo de livro que me prende do começo ao fim. Bem no estilo de Myron Bolitar só que mais chocante. =)
    Vou procura-lo para ler.
    Sucesso a você.
    Beijos
    Carolina
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carol!! Volte mais vezes. Espero que goste do livro quando puder lê-lo.

      Excluir
  6. Ouço muita gente falando bem deste livro e a história é bastante interessante. Pretendo ler um dia, mas ainda não sei quando! HAHAHA Gosto muito quando o passado dos personagens é apresentado aos poucos ao longo da história justamente por não tornar a leitura cansativa. Adoro suspense, acho que este é o tipo de livro que eu gostaria bastante. :)

    Beijosss
    http://bookspoison.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Acredita que eu nunca tinha lido uma resenha desse livro? E nem a sinopse, senão também teria ficado super curiosa com a história de um menino encontrado dentro de uma mala nessa situação.
    O livro realmente parece ser muito bom e envolvente. E não me surpreende a personagem da mãe ser mais corajosa e roubar a cena da protagoniza, afinal, mães desesperadas viram leoas destemidas, rs.
    O legal é a protagonista ser enfermeira, porque no início pensei que era uma policial, rs.
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei o mesmo que você Bruna. Sempre é uma policial, mas desta vez não.
      E tem razão as mães são leoas, mas eu esperava mais da protagonista do que dela...rs :)

      Excluir
  8. Nunca tinha ouvido falar no livro e eu fiquei louca pra ler!!!
    Amei a premissa do livro, e entrou na lista da minha próxima compra, adoro livros desse gênero,
    Bjus😘😘😘

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Já ouvi falar desse livro e até tenho curiosidade em ler. Aliás, tenho ele no Kindle, mas estou tentando me organizar de acordo com os desafios que estou participando, então, por enquanto, vou deixá-lo para trás. Gostei de conhecer mais sobre a história e as personagens, me deixou mais a vontade para quando for ler.

    Beijos
    http://coolturenews.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livros em fila!! Minha história. São tantos que a gente nunca consegue terminar a lista..rs
      Te entendo. :)

      Excluir
  10. Olá Andreza! O livro parece ser muito bom mesmo. Essa temática me fascina e causa asco ao mesmo tempo, mas nunca deixa de incitar minha curiosidade. Adorei sua resenha, quero muito conhecer essa história :)

    www.dezenoveprimaveras.com.br

    ResponderExcluir
  11. Esse parece ser o tipo de livro que eu gosto. Só pela sinopse a gente já fica morrendo de curiosidade para saber de onde vem o menino. Além disso, ainda tem as questões políticas, sociais...

    Muito legal ficar sabendo desse livro, pois não o conhecia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi Andreza, tudo bom?
    Nossa fiquei chocada ao imaginar a cena do menino nu e dopado na mala. Ja pensou o desespero?!
    Ainda nao li um livro nesse estilo, mas fiquei muito curiosa para saber o desenrolar da historia :o
    Valeu pela indicação, bjos
    CarolMello.com

    ResponderExcluir
  13. Uma amiga indicou esse livro e sua resenha só confirmou o que ela disse.
    Espero conseguir comprar e ler em breve... Adoro um suspense!!!

    Bjs
    Jéssica
    http://www.coracaoleitor.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua amiga sabe das coisas..rs Vai com tudo, Acho que irá gostar. :)

      Excluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu vi uma vez esse livro e fiquei bem curiosa, a capa dele é tão linda e agora lendo a sua resenha deu para perceber que o livro é bom. Confesso que ele não é do gênero que costumo ler, mas a premissa é interessante, achei engraçado isso de abrir a mala e achar o garoto lá dentro, embora não seja algo para ser engraçado, né? Tambem gostei de saber que a narrativa é feita pelo ponto de vista de varios personagens. Enfim, gostei da resenha, se eu tiver oportunidade lerei o/

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá, Andreza. Não me interessei muito pelo livro, não é algo que eu leria. ,Mas gostei da resenha

    ResponderExcluir
  16. Olá Andreza, realmente pensei que era uma coisa e era outra. Pensando eu que era um livro bem dramático, de chorar bastante e na verdade era um drama nem tanto, mas sendo mais suspense kk. Mas mesmo assim estou curiosa ainda para ler. Espero poder comprar em breve, porque amo esta capa <3.
    Parabéns pela resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Eu já tinha visto esse livro no catálogo da Arqueiro quando lançou, mas nem prestei muita atenção na época. Agora que parei pra ler resenha e sinopse que me intriguei. Um menino numa mala? Fiquei revoltada, mas infelizmente (apesar de ser um ato totalmente desumano) é algo que acontece na vida real. Tráfico de pessoas, mulheres, e crianças principalmente é abominável. Espero que um dia possam ser erradicados do nosso planeta esses crimes. Enquanto isso, acho que a única vantagem é que eles rendem ótimos thrillers policiais.
    Apesar de não ser meu gênero preferido, eu acho que arriscaria a leitura. Gosto de histórias que me prendem a atenção, e acredito que essa seria uma delas!
    Vou ver se consigo solicitar O Menino da Mala <3

    Com carinho, Amanda!
    http://www.expressodenarnia.com/

    ResponderExcluir
  18. Oii, tudo bem?
    Já quero saber o final do livro!
    Fiquei muito curiosa, assim que puder irei comprá-lo!
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oiii.
    Adorei a resenha, a sinopse e a capa do livro me encantou além do fato de ter sido publicado por uma de minhas editoras favoritas a arqueiro. sempre dou prioridade para livros narrados em terceira pessoa e se for feito por pontos de vista de varias pessoas melhor ainda, pois torna o livro mais interativo e a leitura mais dinâmica. Adorei o layout do blog, bem criativo, já estou seguindo.
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Se a capa e a sinopse me convenceram então a sua resenha só me chamou mais à atenção para o livro! Embora este tipo de temas seja muito controverso (não diria tabu, porque penso que são falados mas, infelizmente, como algo banal) é algo sobre o qual gosto de ler. Leva o leitora a pensar para além da história e da ficção e traz realmente algo de novo à nossa maneira de ver a vida, e isso é o que eu mais gosto nos livros!
    Beijinhos*

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...