Papo na Cafeteria: 6 Cuidados Ao Comprar Livros Nos Grupos Do Facebook.

O substantivo "livros", pode parecer apenas uma palavrinha inofensiva para muitos grupos humanos, mas para um leitor aficionado pode causar as mais diversas reações corporais diante de sua simples pronuncia. Os ouvidos tendem a ficar atentos, as mãos coçam, uma vontade indescritível, quase compulsiva de uma boa e longa "fungada" em páginas fresquinhas, recheadas de histórias, os olhos brilham e a curiosidade se aguça de forma exacerbada. A coisa pode se agravar consideravelmente se o bendito substantivo "livros" vier acompanho do adjetivo superlativo sintético "baratíssimo", (é eu não matava aulas de português...rs). Neste caso a expressão "livros baratíssimos" tende a causar frenesi intenso, desespero, frustração, ideias obsessivas e até perca do juízo. O mais curioso é que tais emoções podem ser despertas em duas situações bem contraditórias: você pode perder o juízo com dinheiro no bolso e gastar o que não deve, como pode não estar com dinheiro algum e gastar o que não pode. Parece confuso? Bem o leitor que sofre os dilemas do "eu quero, mas não posso comprar" ou "eu compro, mas não devo" sabe do que falo. Justamente nestas situações que vai-se às favas todo a capacidade de discernimento do sujeito, que endoida a contar os vinténs para adquirir o livro em uma condição tão vantajosa, em condição "baratissima", o que é totalmente compreensível. Há de se aproveitar a oportunidade, afinal não é isso que ouvimos desde pequenos e que diz o ditado desde mil novecentos e guaraná de rolha?


É precisamente ai que mora o perigo. Pessoas mal-intencionadas podem sempre tirar vantagem deste seu momento de disparate. Portanto cuidado!! Exagero? Nãooooooo. Vai dizer que nunca ouviu histórias de gente que comprou e não recebeu? Tenho certeza que sim. Mas achamos sempre que somos espertos o suficientes e nos perguntamos "como a criatura caiu nessa?" Acontece com qualquer um. A questão é: qual o seu ponto fraco, o que te faz perder o discernimento? Se está aqui lendo isso acredito que já está respondido. Você, assim como eu faz parte do grupo que entra em surto com expressão "livros baratíssimos", logo, somos potenciais compradores de livros baratos que nunca serão entregues. 

Ainda por estes dias vi algumas vezes (diria vezes até demais) pessoas sendo enroladas e perdendo seu suado dinheirinho com malandros golpistas literários. Nos diferentes casos que presenciei o golpe parecia seguir um rito. Alguém postava uma foto de "livros febre" (aqueles que todo mundo quer), dizia que precisava vendê-los barato pelos motivos mais diversos. Para comprá-los bastava chamar o anunciante no chat do Face e tudo estaria resolvido. Seria perfeito, se a criatura não bloqueasse o comprador logo após o depósito, deixando a parte lesada sem livros, mas com muita raiva, frustração e um prejuízo, em alguns casos, bem gordo. (Quem não se empolga com livro barato e compra muiiiiitos?)

Então para evitar tais transtornos seguem umas dicas simples para aqueles que querem se aventurar em compras vantajosas (com terceiros) pelo Facebook.

1. Controle a euforia e para de pensar que precisa fechar o negócio correndo antes que alguém tire de você a maravilhosa chance de possuir sua preciosidade.

2. Acesse o perfil pessoal do vendedor e tente ver se ele não parece falso. Existe atividade neste perfil? Amigos? Fotos de familiares além de apenas fotos de livros? Ele é aberto ao público?

3. Converse com o vendedor e peça referencia. Não tenha medo. Você está fazendo negócio e não um favor. Peça a ele pelo menos o perfil de mais alguém com quem ele tenha negociado e procure informações com está pessoa.

4. Tente entrar em contato com mais alguém que tenha demonstrado interesse pelo anuncio do vendedor. Procure por pessoas que tenham declarado que fariam a comunicação pelo chat e contacte-as. Veja as perguntas e explicações que foram dadas a elas e faça as mesmas perguntas para o vendedor. Veja se as respostas coincidem. Muitas vezes essas pessoas falam coisas diferentes para cada comprador, pois agem de acordo ao momento e reações de cada um deles.

5. Salve o chat com a conversa. Ele é um registo da negociação que foi feita, bem como os comprovantes de depósitos. Estes itens servem como provas de que você foi lesado. Só o delete após o recebimento do livro.


6. Se nada disso adiantar e ainda assim você cair no conto do vigário, registre queixa e faça o  BO (Boletim de Ocorrência) bastam mais de duas denúncias contra o "comerciante" para configurar estelionato. 



Parece um exagero? Foi só um livro? Mas lembre-se que sua omissão tira seu direito de reclamar e informar outras pessoas, já que expor alguém na internet é crime, e se você resolver gritar aos quatro cantos que o dito cujo é um larápio, corre o risco do feitiço virar contra o feiticeiro. Denunciar também ajuda a diminuir a incidência deste tipo de crime, o que dá mais segurança a todos nós que adoramos uma boa negociação de livros.


Fato é que não existe nenhuma formula para lhe proteger de "tomar uma volta" na internet, mas dá para ter um pouquinho de cautela antes de ir com a cara e com a coragem confiar na boa fé das pessoas e entregar a elas seu rico dinheirinho. Claro que se preferir, você também pode apelar para outras instâncias e estratégias: acender uma vela, fazer uma reza forte, aplicar a força do pensamento, quem sabe fazer uma promessa, tomar um banho de pipoca, sal grosso, fazer uma figa, dar pulinhos à São Longuinho, torcer para dar certo...




Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. Na dúvida prefiro exercitar a paciência e esperar uma boa promoção em um site conhecido...rsrs

    SUA ESTANTE

    ResponderExcluir
  2. Olá! Nunca comprei livros em grupos do Facebook, nem pretendo. Grande parte dos meus livros foram comprados pela internet, mas em sites confiáveis. Já comprei em vários sites, mas sempre busco opiniões de outros leitores primeiro. Faz toda a diferença. Suas dicas foram muito pertinentes! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Seu texto ficou mega divertido, mas não sabia que se comprava livros em grupos do Facebook, nunca fiz isso, nem conhecia a existência de tais grupos. Logo, o texto foi deveras informativo, caso um dia chegue a usar esse serviço, já sei como proceder.

    ResponderExcluir
  4. Oie!!!
    primeiro amei o texto, ri horrores rsrsrsr. Costumava comprar baste nesses grupos mas acabei quebrando um pouco a cara e parei, acho suas dicas super validas assim como há pessoas corretas há outras que só por deus. bjs
    http://notinhasderodape.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olaaa
    Adorei as dicas e o post, eu nunca comprei nos grupos mas agora tomarei cuidado quando for comprar.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  6. Sua postagem está sensacional! Infelizmente temos que estar atentos e ligados à todos os detalhes possíveis. Eu compreendo bem o que você mencionou no post. Mas ainda me resta algum juízo. E até em livrarias virtuais me dou o direito de perguntar, preciso? Quero? Posso? Será?

    Grata pelo alerta! Um abraço!
    www.pensamentosvalemouro.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem? Um assunto muito bem pautado! Eu adoro grupos sobre literatura, estou em muitos, mas nunca comprei nenhum por lá. Entrei em um, recentemente, mas é composto por muitas pessoas da minha faculdade, pessoas que conheço pessoalmente, então não tenho muito medo. No entanto, a advertência é sempre boa!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Ola lindona adorei as dicas super valiosas, eu não costumo comprar em grupos sou muito receosa com relação a isso. Quando aos efeitos ao ver promoções são bem esses, hoje mesmo quase surtei ao ver 10 livros por R$ 50,00 respirei fundo e fechei a página que dureza kkkk

    beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Oi ^^
    Ótimas dicas!
    Não troco livros com desconhecidos, tão pouco pago por eles justamente pelo receio de ser passada para trás. :P

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    As dica são válidas, mas eu particularmente não tenho coragem de comprar nos grupos, se for comprar livro já lido prefiro ir no sebo.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bom?
    Adorei suas dicas, pois elas servem tanto para compra quanto para troca de livros pela internet. Acredito que tem muitas pessoas de boa fé, mas também tem muito 171. Seu post ficou ótimo e ri muito do último parágrafo.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiii
    Adorei as suas dicas, eu faço parte de um monte de grupo de trocas e realizei duas trocas já e graças a Deus as duas deram certo, mas fiz exatamente como você recomendou e ainda pedi foto dos livros antes para não ter dúvidas sabe.
    Ótimo o seu post informativo.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...