Resenha: Easy

New Adult é sem dúvidas o meu gênero preferido. E esse não me encantou muito pela capa. Tenho a estranha loucura de não gostar de capas que mostrem o rosto das pessoas. Mas comprei-o mesmo assim. Vem ver o que achei dele.

Easy
Thammara Webber


Editora: Verus
Páginas: 230
Publicação: 2013

Sinopse: Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.



Virei fã de Tammara Webber!!! 
E por que? Porque ela deixou de lado a febre que parece tomar conta dos New Adults, mulheres desarvoradas por homens controladores, e criou uma história com problemas possíveis, ações e atitudes mais próximas da realidade. Além disso, o livro aborda um assunto bastante delicado, uma tentativa de estupro. 
Jacqueline a protagonista da trama está passando por uma fase dessas em que tudo na vida parece estar se desmoronando. Deixou seus sonhos de lado para seguir o namorado, que acaba de lhe dizer que precisa terminar o relacionamento, pois quer viver coisas novas. Como se não bastasse, Jacqueline sofre uma tentativa de estupro no campus da faculdade. Sua sorte foi ter sido salva por um garoto que nunca havia visto, mas que descobre ser seu colega de classe em uma turma de economia, matéria que está quase reprovando e também frequentada pelo ex. Eh situaçãozinha constrangedora!
O grande trunfo da autora é a maneira como consegue nos aproximar da personagem e nos envolver com seus problemas. Isso sem ser piegas melodramática ou histérica. Jacqueline tem a medida certa de veracidade. Lucas London, o mocinho que a salvou, também não tem nada dos personagens possessivos, piegas, e grudentos que se tem visto por ai. A trama se desenrola com o time certo. Nada acontece de uma hora para outra. Acompanhamos o amadurecimento das relações, tanto de rompimento como de recomeço, da protagonista ao longo dos capítulos.
A autora tratou do assunto “estupro” com delicadeza, e seriedade, sem superficialidade, e em muitos momentos sensibiliza o leitor com as situações vividas por Jacqueline, mas a veia principal da narrativa é o romance entre ela e Lucas, que para alegria do leitor vem acompanhado de situações e cenas de tirar o fôlego. 
O livro tem lá suas obviedades, mas nada que desestimule a leitura ou atrapalhe a trama.
Mas me apaixonei pela narrativa. Me encantei com os personagens cativantes. Simplesmente amei!





Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...