Resenha: Crossfire

Toda Sua. Sugestivo não? E tinha que ser, trata-se da trilogia erótica, que virou série, Crossfire. Da autora Sylvia Day. Está causando frisson na mulherada. Tá a fim de saber o por que? Então se joga e clica ai.

Série Crossfire

Sylvia Day


Editora: Paralela
Publicação: 2012
Livros já lançados que compõem a série: Toda Sua (2012), 
Profundamente Sua (2012),
Para sempre Sua (2013). 

Sinopse: Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela — e provavelmente qualquer outra pessoa — já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer — e é claro que Eva acaba se entregando. Uma relação intensa começa. O sexo é incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam — o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado.



Era de se esperar que Toda Sua fosse um clichê ambulante. A história batidinha das telas de Hollywood: a pobre menina rica que quer provar seu valor. Eis ai Eva, que apesar de mocinha mimada, não tem nada de boba. O que é um grande alívio, pois mocinhas que se resumem a ser nada mais que carente, inocente e frágil não cai muito bem faz tempo. Eva se envolve com o magnata de 28 anos e lindo de morrer que apesar da imagem de durão é carente e inseguro e obsessivo. A questão é ambos tem traumas que tornam sua relação pra lá de tumultuada. Peguem essa mistura de Cinderela com poderoso chefão e adicione muito sexo e “voilà” um romance erótico de sucesso.

O trunfo da autora é que apesar de todo clichê, a trama conta com outros personagens, o que agrega outras histórias, que vão se desenrolado junto a dos protagonistas. Novos elementos são inseridos todo o tempo o que garante uma leitura fluente. Sylvia Day criou personagens com histórias um tanto traumáticas que nos leva ao envolvimento com seus medos, dores e sequelas de suas experiências. Claro que como dito acima, é recheado de clichês e situações surreais e absurdas, ou você acha que um magnata como Gideon Cross, não consideraria as palavrinhas “assédio sexual” ao dizer para uma funcionária de seu império enquanto ela aguarda o elevador:

“Você está dormindo com alguém? (...) Por que eu quero comer você, Eva. Então preciso saber se existe alguém atrapalhando meus planos.” (Ah! Esqueci de frisar essas abordagens estilo troglodita claro...rs). 


As cenas de sexo são bastante detalhistas e por muitas vezes acontecem nos momentos mais verossímeis. A trama se estende entre encontros e desencontros do casal, que a cada livro passa por crises diferentes, superações e descobertas. 

O último livro lançado, "Profundamente Sua" deixa o leitor ensandecido ao chegar no último capítulo. Nota-se claramente que novos elementos foram inseridos para dar construção a um novo livro. A questão é que nada, nenhuma ponta dos novos fios da trama é amarrado ao término da leitura, o final fica totalmente em aberto e o leitor fica com a sensação de "Como assim? Cadê o ponto final?" 

Não espere um clássico, um primor, algo que mudará sua vida. "Toda Sua" é um livro estilo pipoca, não alimenta, mata a vontade, ou seja, não vai lhe acrescentar nada de extraordinário, mas matará sua vontade de ler algo do gênero. Mas aos interessados preparem-se, o terceiro livro da série foi lançado em junho de 2013 e até agora nem previsão do 4°e 5° livros que encerrariam a série. 






Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...