Mr. Mercedes - Stephen King

Livro cedido gentilmente pela Editora Suma de Letras
Páginas: 400
Ano: 2016
Nas frigidas madrugadas, em uma angustiante cidade do Centro-Oeste, centenas de pessoas desempregadas estão na fila para uma vaga numa feira de empregos. Sem qualquer aviso um motorista solitário irrompe no meio da multidão em um Mercedes roubado, atropelando os inocentes, dando ré e voltando a atropelá-los. Oito pessoas são mortas, quinze feridos.
Em outra parte da cidade, meses mais tarde, um policial aposentado chamado Bill Hodges é ainda assombrado por um crime sem solução. Quando ele recebe uma carta enlouquecida de alguém que se auto-identifica como privilegiado e ameaça um ataque ainda mais diabólico, Hodges acorda de sua deprimente e vaga aposentadoria, empenhado em evitar outra tragédia.Brady Hartfield vive com sua mãe alcoólatra na casa onde ele nasceu. Ele adorou a sensação de morte sob as rodas da Mercedes, e ele quer aquela corrida de novo. Apenas Bill Hodges, com um par de aliados altamente improváveis, pode prender o assassino antes que ele ataque novamente. E eles não têm tempo a perder, porque na próxima missão de Brady, se for bem sucedido, vai matar ou mutilar milhares.

Relações Incestuosas e Literatura

ÉDIPO REI de Sófocles. Clássico incestuoso grego de grande sucesso mundial.
A literatura é um instrumento comumente usado para difundir particularidades e fomentar discussões polêmicas, por vezes sadias, por vezes nem tanto.
Dentre os assuntos tabus que a literatura já explorou e explora, o incesto é de longe o mais bizarro. Podemos encontrar livros maravilhosos com esse tipo de relação. Alguns deles inclusive, se tornaram verdadeiros arautos da literatura. Acompanhe essa matéria conosco.



O Chamado do Cuco - Robert Galbraith

Editora: Rocco
Páginas: 448
Ano: 2013
Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega. Um emocionante mistério mergulhado na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho. O chamado do Cuco é um livro maravilhoso. Apresentando Cormoran Strike, este é um romance policial clássico na tradição de P.D. James e Ruth Rendell, e marca o início de uma série única de mistérios.

Resenha: Cem Anos de Solidão

Editora:  Record
Páginas: 448
Ano: 2014
 
 
 
 
Este é o livro mais importante da obra de Gabriel García Márquez, vencedor do prêmio Nobel de literatura em 1982. O autor narra a incrível história da família Buendía, uma estirpe de solitários que habitam a mítica aldeia de Macondo. A narrativa desenvolve-se em torno de todos os membros dessa família, com a particularidade de que todas as gerações foram acompanhadas por Úrsula, uma personagem centenária e uma matriarca das mais conhecidas da história da literatura latino-americana.




Dias Perfeitos - Raphael Montes

Editora: Companhia das Letras
Páginas: 278
Ano: 2014



O protagonista do livro é Téo, um jovem e solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e dissecar cadáveres nas aulas de anatomia. Num churrasco a que vai com a mãe contrariado, Téo conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema.
Clarice está escrevendo um road movie de nome “Dias perfeitos”. O texto ainda está cru, mas ela já sabe a história que quer contar: as desventuras de três amigas que viajam de carro pelo país em busca de experiências amorosas.
Téo fica viciado em Clarice: quer desvendar aquela menina diferente de todas que conheceu. Começa, então, a se aproximar de forma insistente. Diante das seguidas negativas, opta por uma atitude extrema: desfere um golpe na cabeça dela e, ato contínuo, sequestra a garota.
Elabora então um plano para conquistá-la: coloca-a sedada no banco carona de seu carro e inicia uma viagem pelas estradas do Rio de Janeiro - a mesma viagem feita pelas personagens do roteiro de Clarice.
Passando por cenários oníricos, entre os quais um chalé em Teresópolis administrado por anões e uma praia deserta e paradisíaca em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita: Téo a obriga a escrever a seu lado e está pronto para sedá-la ou prendê-la à menor tentativa de resistência. Clarice oscila entre momentos de desespero e resignação, nos quais corresponde aos delírios conjugais de seu sequestrador.
O efeito é tão mais perturbador quanto maior a naturalidade de Téo. Ele fala com calma, planeja os atos com frieza e justifica suas decisões com lógica impecável. A capacidade do autor de explorar uma psique doentia é impressionante - e o mergulho psicológico não impede que o livro siga um ritmo eletrizante, digno dos melhores thrillers da atualidade.
Dias Perfeitos tem clima sombrio e claustrofóbico, personagens em tensão permanente e diálogos afiados. Angustiante e repleto de reviravoltas, o livro é uma história de amor obsessivo e paranoico que consolida Raphael Montes como uma das mais gratas surpresas da literatura brasileira.



N O V I D A D E S ! ! !

Olá, caros Cafeinados e Letrados!



Como todos sabem, a vida é feita de renovações diárias. Se o filósofo Heráclito já falava há muitos anos sobre o homem e o rio não serem mais o mesmo, que dirá a nossa vida acelerada do século XXI!


Então, viemos apresentar algumas mudanças no nosso Café! Pode ficar tranquilo, pois você continuará acessando material de alta qualidade que sempre teve por aqui e agora ainda terá muito mais ao seu dispor. Além das resenhas e artigos sobre o mundo da literatura que você já conhece, ainda teremos muitas coisas sobre séries, filmes, músicas e as novidades que acontecem no mundo da literatura, que amamos tanto.

Todas as segundas teremos a coluna Papo na Cafeteria, que une o melhor da literatura com tudo que se relaciona no mundo. 

As Terças de Resenhas traz o que tiver de melhor na literatura mundial, avaliado por nossos colunistas.

E nas quartas, a coluna Onde as Quartas Não Tem Vez, traz assuntos completos sobre o mundo da literatura, em especial os clássicos e os romances policiais.

Deixe a sua contribuição comentando e compartilhando nosso conteúdo. Mostre a mais e mais pessoas o que temos para oferecer! 


Grande abraço

Equipe do Letras com Cafeína



Ninguém entra em um mesmo rio uma segunda vez, pois quando isso acontece já não se é o mesmo, assim como as águas que já serão outras.” Heráclito



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...